NOVA FASE DO PALÁCIO: higienização e inventário

NOVA FASE DO PALÁCIO: higienização e inventário

 

Furna 1.1
Sala de apoio ao Plenário (ex Furna da Onça)
presidencia 1.1
Sala da presidência no primeiro andar 

Com seu estilo arquitetônico eclético o Palácio Tiradentes, antiga sede da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ), iniciou um novo ciclo depois de realizada a última sessão no Plenário Barbosa Lima Sobrinho, em 1º de julho de 2021. Mas a história da suntuosa construção localizada na Rua Primeiro de Março, s/n º, Praça XV, que começou em 1926, terá novos capítulos.

O palácio passará por um processo de restauro e modernização que dará a ele as condições para cumprir uma nova missão política para o Estado do Rio de Janeiro. Ele vai se transformar na Casa da Democracia, um museu e centro cultura aberto ao público, que estará revisitando a sua história e a história do país.

A recuperação do Palácio Tiradentes teve início na primeira quinzena de julho com a limpeza e esvaziamento das salas e galerias com apoio dos servidores das subdiretorias de Cultura, Engenharia e Patrimônio da ALERJ. Paralelamente isso a limpeza/higienização é realizada diariamente.

Os primeiros cinco meses de trabalho contaram com a participação da equipe multidisciplinar, incluindo consultores, técnicos, historiadores, arquitetos e engenheiros, muito dedicada à conservação histórica que deram prosseguimento ao  inventário mobiliário (fotos). Nos cinco andares da edificação já foram identificados – até novembro –750 peças, devidamente fotografadas e identificadas quanto sua localização, medidas e material utilizado na fabricação.

 

Por Symone Munay

Fotos: Comunicação/Alerj