EXPOSIÇÃO NO MIS: ANÍBAL AUGUSTO SARDINHA, PARA SEMPRE ‘GAROTO’

Autor de Gente Humilde e Duas Contas, ‘Garoto’ é o pai do violão moderno no Brasil

GAROTO Anibal

 A exposição “Aníbal Augusto Sardinha, para sempre Garoto” poderá ser visitada até 08 de abril, no mezanino do Museu da Imagem e do Som (MIS), sede Lapa até 8 de abril, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, com entrada gratuita.

A mostra conta a história deste músico brasileiro por meio de alguns objetos de uso pessoal preservados pelo MIS, como dois um banjo e o violão tenor, além de folders de divulgação de seu trabalho pela gravadora Odeon. Fotografias, partituras e métodos peculiares de como tocar violão, criado pelo próprio ‘Garoto’  também fazem parte do acervo.

Para evidenciar a importância deste músico, é só considerar que Baden Powell, Raphael Rabello, Paulo Bellinati, Yamandu Costa e Marcus Tardelli, por exemplo, só para citar alguns dos maiores violonistas brasileiros, titulam Garoto como o pai do violão moderno.

As peças inovadoras de Garoto estão presentes no repertório de grandes instrumentistas da atualidade, em várias partes do mundo. O compositor recebeu várias homenagens em forma de música, como no choro ‘Garoto’, de Tom Jobim – lançado em 1959, por Bené Nunes. ‘Garoto’  também é o nome de um choro de Luiz Bonfá.

 Serviço:

Exposição: “Aníbal Augusto Sardinha, para sempre Garoto”

Onde: MIS Lapa | Rua Visconde de Maranguape, 15 – Centro

Quando: Até 8 de abril de 2022 | Segunda a sexta-feira – Entrada Gratuita

Por Symone Munay