ALERJ DECRETA LUTO OFICIAL DE TRÊS DIAS PELA MORTE DO EX-DEPUTADO E ÍDOLO DO VASCO ROBERTO DINAMITE

Roberto Dinamite ASCOM

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) lamenta profundamente a morte, aos 68 anos, do ex-deputado estadual Roberto Dinamite e vai decretar nesta segunda-feira (09/01) luto oficial de três dias em sua homenagem. Considerado o maior ídolo da história do clube Vasco da Gama, Dinamite faleceu na manhã deste domingo (08/01), tendo apresentado uma piora no seu quadro clínico, na véspera, o que motivou sua internação no Hospital Unimed, na Barra da Tijuca – desde o fim de 2021, o ex-artilheiro vascaíno vinha lutando contra um câncer no intestino. Essa é mais uma notícia triste para o esporte, que recentemente também perdeu o Rei do futebol, Pelé.

Em novembro do ano passado, a Alerj chegou a aprovar Projeto de Resolução concedendo a Roberto Dinamite a Medalha Tiradentes, maior honraria do Parlamento fluminense. Em 2018, a Casa já havia proporcionado essa condecoração ao Vasco da Gama, numa homenagem pelos 120 anos do clube, em sessão solene realizada no Palácio Tiradentes. História na qual Roberto Dinamite teve papel de destaque ao longo de toda a sua carreira como jogador de futebol e atleta.

“Essa é mais uma perda irreparável para o esporte e para o nosso estado. Muito triste a partida de um ídolo como Roberto Dinamite e também de um grande amigo, daqueles que a gente guarda no peito para o resto da vida, com o qual tive o prazer de conviver como companheiros na Alerj. Sem palavras para descrever a dor que estamos sentindo neste momento. Deixo aqui toda a nossa solidariedade para os familiares, amigos e inúmeros fãs do Roberto, que seguramente foi um dos grandes craques do futebol brasileiro”, comentou o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), que anunciou o luto de três dias na Casa.

Dinamite jogou pelo Vasco durante 21 anos, sendo o recordista em número de partidas (1.110 jogos) e de gols (708). Pelo cruzmaltino, ele foi campeão brasileiro, em 1974, e conquistou cinco vezes o Campeonato Carioca – é, até hoje, o maior goleador do Campeonato Brasileiro, com 190 gols. Seu amor pelo time era tão grande, que Roberto dedicou 29 anos de sua vida ao Vasco, tendo sido ainda presidente do clube.

No Parlamento

Roberto Dinamite entrou na política em 1992, como vereador da cidade do Rio de Janeiro. Em 1994, elegeu-se deputado estadual, tendo sido reeleito em 1998, 2002, 2006 e 2010. Ele é autor de mais de 150 projetos de interesse social – dos quais 52 viraram leis -, e na sua atuação parlamentar ocupou a presidência da Comissão de Esporte e Lazer da Alerj, além de ter sido membro titular das Comissões de Defesa do Consumidor; de Economia, Indústria e Comércio; e de Minas e Energia.

Por Comunicação/ALERJ

PROGRAMA INCENTIVA LITERATURA DE CORDEL NAS ESCOLAS

Screenshot_20221129_222413

O Estado do Rio deverá implementar o Programa de Fomento à Literatura de Cordel nas escolas. É o que prevê a Lei 9.958/22, dos deputados Marcelo Dino (União) e André Ceciliano (PT), que foi sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada em Diário Oficial Extra do Executivo de sexta-feira (06/01).

 O programa poderá ser adotado nas escolas públicas e privadas com objetivo de contribuir para o conhecimento da cultura popular brasileira, valorizar e promover a literatura popular em versos e conscientizar sobre a importância da cultura regional, promovendo uma educação que respeite a diversidade.

 “É importante preservarmos e promovermos a Literatura de Cordel, que já foi muito estigmatizada, devido ao linguajar despreocupado e regionalizado. Hoje ela é bem respeitada, tendo, inclusive, uma Academia Brasileira de Literatura de Cordel, sediada no Rio de Janeiro. Entendemos que o Estado do Rio de Janeiro tem as raízes de sua cultura muito influenciada e relacionada à imigração nordestina, sendo a literatura de cordel importante para valorização desta cultura”, argumentaram os autores na justificativa do projeto.

Por Comunicação/ALERJ