Detalhes de um palácio: A estátua

palácio_visto_de_frente[1]

A estátua

A majestosa estátua localizada na entrada do Palácio Tiradentes foi esculpida em bronze por Francisco de Andrade (1893-1953). Suas obras mais conhecidas são os bustos de José Bonifácio e de Benjamin Constant, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, na Cinelândia, e claro, o monumento a Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes). Nos seus 4,5 metros de altura, a estátua deveria representar o alferes mineiro no momento, em que, vestido com a túnica dos condenados foi conduzido à forca, no local onde se encontra hoje a Praça Tiradentes.

Para a colocação da estátua foi escolhido o mesmo ponto onde se localizava a cela em que Tiradentes esteve confinado. A caracterização do personagem como um “Jesus Cristo cívico” pelo escultor Andrade, em que exibe barba e cabelos longos, não condiz exatamente com a realidade. Segundo relatos de época, Tiradentes era um homem alto, grisalho, com barba e bigodes bem cortados, e que, na prisão para evitar a proliferação de piolhos, teve o rosto e a cabeça totalmente raspados.

20210528_193836

 

Por Symone Munay

Foto1: Acervo MIS / Fotos: Symone Munay

 

 

Leave Comment